A casa da Ana Patarrana Recomendo a Villè Aveiro, sei que trabalham bem!

comprar-casa-aveiro-imobiliaria-real-estate-consultores-clientes

No belo dia em que me lembrei de colocar a minha casa à venda lembrei-me logo da Villè Aveiro e da Carla, com quem já tinha trabalhado noutro processo em que tudo tinha corrido bem.

Falei com ela, acordámos o valor de venda e qual não é o meu espanto quando 3 dias depois de colocarmos a casa à venda já tínhamos alguém interessado em visitá-la. No dia a seguir à visita tive a confirmação de que a pessoa queria mesmo comprar e assinar contrato promessa de compra e venda!

“Confiei tudo na Carla e tudo foi tratado por ela, rapidamente e sem qualquer problema para mim.”

Por isso é que recomendo a Villè Aveiro, sei que trabalham bem. Claro que nem todas as casas são vendidas em 3 dias como a minha, mas estão em boas mãos. Só tenho de agradecer à Carla por me ter apoiado em tudo.

Ana Patarrana

 

Leia mais testemunhos dos clientes da Villè


Se está à procura de imobiliária em Aveiro e gostava de viver uma experiência positiva como a dos nossos clientes, entre em contacto com a Villè Real Estate!

A nova casa da Ana Costa A realização de um sonho!

casa-imobiliaria-aveiro-clientes-satisfeitos

Quando procuramos casa, há imensos fatores a ter em consideração, desde localização, proximidade de serviços, área disponível, valor de mercado, com árvores de fruto, se tem boa disposição solar, etc.

A procura de casa é sempre um processo complexo, pelo simples facto de a escolha ter de atender a determinados requisitos que se impõem “obrigatórios” e outros aos quais podemos ceder.

A oferta de serviços de mediação imobiliária está em constante crescimento e é fácil encontrar uma agência ao virar da esquina, mas mais importante que a variedade de serviços, é trabalhar com profissionalismo, com valores que são mais importantes que o lucro de um negócio. Considero que são valores como a confiança, a ética, o rigor e a disponibilidade tão valiosos como a aquisição da casa per si.

“Após uma simples pesquisa de internet, cheguei ao contacto da Micaela Pereira, da agência Ville para obter mais informação de uma moradia que aparentemente teria os requisitos que procurávamos.”

 

Facilmente teve a perceção que o imóvel não se adequava às nossas necessidades, mas mesmo assim, efetuou a visita connosco. Fez uma check list dos pontos a considerar e a conversa fluiu.

Dias após o primeiro contacto, a Micaela telefonou para marcar visita a uma habitação que poderia corresponder às nossas expectativas.

“Confesso que fiquei impressionada com a forma de atuação: simples, dedicada, profissional, resiliente e simpática…”

Rapidamente foi elaborada uma proposta de aquisição, que deu origem a um contrato promessa compra e venda e posterior escritura.

“Ao longo de todo o processo, senti que fomos acompanhados, que nos deram os conselhos necessários quanto à escolha do crédito habitação, que nos alertaram para as regras que tinham acabado de sair em termos normativos, que houve transparência em todo o procedimento, foi certamente um negócio “win win” para todas as partes.”

Estou grata por todo o empenho aplicado na compra da minha casa, sinto que contribuíram para a realização de um objetivo pessoal, a escolha do meu lar de família.

 

 


Se está à procura de imobiliária em Aveiro e gostava de viver uma experiência positiva como a dos nossos clientes, entre em contacto com a Villè Real Estate!

A casa do Pedro e da Marina… Uma experiência imobiliária feliz e uma casa vendida em tempo record!

Era muito fácil, nós colocarmos a casa online e recebermos 20 visitas de pessoas que não estavam verdadeiramente interessadas. E nós queríamos que fosse um processo mais certeiro. Essa foi uma das vantagens que vimos em ter alguém especializado, que pudesse orientar essas visitas. De certa forma, fazer essa triagem por nós.

Nós queríamos trabalhar com alguém que conseguisse ver o imóvel da mesma maneira que nós o víamos. E que acreditasse nele, para o vender da mesma maneira.

 

“Tivemos o cuidado de encontrar a pessoa certa, que nos levasse as pessoas certas.”

 

Já conhecíamos a Consultora, há bastante tempo. O facto dela ser uma pessoa conhecida, encurtou muito o processo e facilitou o mesmo. A Consultora foi uma pessoa muito acessível, muito próxima. Lembro-me de estarmos a conversar com ela, sentados no sofá, sem sapatos, a comer uma laranja.” Como somos uma família com um bebé pequeno, não tínhamos tempo para muita formalidade. E nós também não somos assim.

O tratamento pessoal, a proximidade, a confiança, é para nós muito significativo. A confiança na pessoa com quem estamos a trabalhar, é muito importante! Isso permite-nos ter uma calma e uma tranquilidade diferentes para com as pessoas que estamos a receber para visitas. A Consultora, mostrou-se à altura e merecedora dessa mesma confiança. A disponibilidade, a compatibilidade, a confiança, são para nós fatores fundamentais, num processo de venda de uma casa. A compatibilidade entre nós clientes e a Consultora, facilitou o processo, porque estávamos todos na mesma página. Falámos todos a mesma língua e isso ajuda à confiança, à comunicação.

Houve uma coisa que a Consultora e fez que valorizamos muito. Nós não sabíamos por quanto íamos vender a nossa casa!

 

“Tínhamos um valor mínimo, mas o facto dela ter feito um estudo de mercado e aconselhar-nos do melhor valor para conseguirmos vender a casa, foi fundamental.”

 

Termos este aconselhamento, de uma forma equilibrada, sensata, estudada, pensada, foi muito positivo.

Como somos da área da imagem e somos muito visuais, precisamos ver tudo, o site, o tipo de fotografias, a maneira como se apresentam, a qualidade, e isso a nós disse-nos muito. Fomos ver a comunicação online e percebemos que a agência imobiliária tinha cuidado. Se têm cuidado, na maneira como se apresentam, também terão cuidado na relação com os clientes.

Foi a primeira impressão da imagem Villè. A imagem da Villé foi condizente com a personalidade da Consultora, foi condizente com aquilo que estávamos à procura, com o nosso tipo de personalidade, como um todo.

Casas de praia Decoração e conforto com um pé na areia!

casas-na-praia-aveiro

Casas de praia são um privilégio neste nosso “rosto da Europa a mirar a beira-mar” com longos Verões e clima ameno.

As casas de praia, tal como as casas de campo, têm algumas características próprias não só em termos estéticos, como também funcionais. São casas que vão beber inspiração a universos distintos e que precisam de alguns elementos que propiciem conforto e funcionalidade a quem as utiliza. Nós adoramos a praia, mas também sabemos que, entre outras coisas, o sal e a exposição ao sol danificam os materiais, que é necessária uma boa ventilação e que estas casas se sujam muito.

Por outro lado, e no que à decoração diz respeito, é inegável que há uma parte divertida inerente a esta coisa de se ter casas de praia. Podemos deixar-nos seduzir pelas riscas azuis e brancas ou por combinações alegres e divertidas que dificilmente arriscaríamos numa casa de cidade.

Partilhamos consigo algumas sugestões de decoração para casas de praia, sem esquecer o aspecto prático. Se tem uma casa na praia sua ou para alugar, não pode mesmo perder o que se segue.

Vamos lá a banhos de inspiração?

1. CORES FRESCAS E ALEGRES

As casas de praia pedem ambientes leves, arejados e despojados que, como não podia deixar de ser, estão associados a cores claras. Há alguns lugares-comuns que se podem sempre visitar como a combinação entre branco e o azul marinho. Esta combinação pode surgir pontuada com toques de amarelo, verde ou até de vermelho.

Para além destas conjugações clássicas, pode-se apostar numa paleta cromática que tenha o luminoso branco como base e introduzir-lhe cores vibrantes como o rosa, o azul turquesa ou o coral. Se os tons mais exuberantes não forem o seu estilo, acrescente ao branco um bonito verde água ou o bege e outros tons de castanho claro. A regra de ouro é evitar cores pesadas que mais não farão do que transmitir-lhe calor e desconforto.

2. NÃO SE EXCEDA A MOBILAR E A DECORAR

As casas de praia querem-se descomplicadas: não sobrecarregue a sua com móveis. Escolha peças simples e bonitas e certifique-se de que a circulação dentro dos espaços é facilitada. Uma casa de praia deve acompanhar o espírito do Verão, a estação durante a qual nos despimos de tudo. Compre apenas os móveis de que precisa e remate a decoração com alguns ornamentos que tenham a ver com o contexto. Podem ser lanternas com velas, molduras com fotografias ou pinturas ligadas ao mar, recordações que trouxe de viagens, lemes, búzios, cestos, algumas plantas, e assim por diante.

3. ESCOLHA TÊXTEIS FÁCEIS DE LAVAR

Quem é que já não se sentou sobre o sofá depois da praia e deixou a almofada toda molhada e manchada? A verdade é que, numa casa de praia, não queremos andar a fazer cerimónias, pelo que lhe sugerimos a escolha de têxteis impermeáveis – ou pode mandar impermeabilizá-los depois de os comprar – e facilmente laváveis. As almofadas do sofá, por exemplo, devem ter fechos para poderem ser removidas e irem à máquina facilmente.

Ainda em relação aos têxteis, lembre-se de privilegiar tecidos leves e frescos como o linho, o algodão ou o voile. Para o chão, prefira carpetes de sisal, jacquard ou sisal. Vale ainda realçar que as cores fortes vão perdendo a intensidade com a exposição ao sol. Se não quer ter esse problema, é preferível comprar têxteis de tons neutros.

Independentemente do seu orçamento, somos da opinião de que não vale a pena gastar muito dinheiro em têxteis caros. Por muito cuidado que tenha, eles acabarão por se sujar e, mais ou cedo ou mais tarde, vai ter que os substituir. Na IKEA, por exemplo, encontra coisas bem giras por preços muito acessíveis.

 

​4. COZINHA BEM EQUIPADA

A praia dá fome. Correcção: a praia dá muita fome! É certo que, durante as férias, as pessoas tendem a não fazer refeições complicadas. Estar ao pé do fogão com o calor não é o cenário mais apelativo do mundo e, em muitos dias, até se prefere ir jantar fora.

No entanto, há sempre coisas a preparar, sobretudo quando as famílias são numerosas e há toda uma prole de filhos esfomeados sempre prontos para mais um lanchinho. Neste sentido, é conveniente ter um bom espaço de cozinha com os utensílios essenciais e um frigorífico generoso para ter comidas e bebidas frescas.

Em termos de configuração, favoreça uma cozinha aberta para a sala, e no que concerne a decoração, abrace um estilo colorido e orgânico.

​8. PROTEJA A CASA DA MARESIA!

casas-na-praia-aveiro

Ter o mar como vizinho também tem desvantagens. A salinidade danifica os materiais que vêem, assim, o tempo de vida reduzido. O que pode fazer para proteger a sua casa da maresia?

Em relação aos móveis, deve passar-lhes um pano com frequência – para evitar que os resíduos se acumulem – e selá-los com óleos adequados. Os metais são os que mais denotam este desgaste provocado pela maresia. Para prevenir a formação de ferrugem, escolha alumínio ou aço inoxidável e aplique verniz ou filme de poliuretano que evitam que a humidade passe. Para alcançar as dobradiças, pode usar um spray. O ferro também deve levar um revestimento antioxidante. Se tem paredes em betão, cubra-as com um impermeabilizante que evite a absorção do sal e o posterior surgimento de danos. As tintas com fungicidas são, igualmente, uma boa opção.

O que achou destas belas casas de praia? Vai tirar alguma ideia para aplicar na sua? Dê-nos o seu feedback!

Conheça algumas casas de praia em Aveiro disponíveis para venda!

casas-na-praia-aveiro

Artigo transcrito do site Homify

Governo cria Plano de Segurança no Arrendamento O Governo está a criar um plano de segurança no arrendamento que contempla a proteção dos senhorios e também dos inquilinos.

segurança no arrendamento

O Governo está a criar um plano de segurança no arrendamento que irá proteger os senhorios (em caso de incumprimento de rendas) e os inquilinos (em caso de quebra súbita dos rendimentos).

Este plano irá incluir três elementos:

  • o incumprimento;
  • a cobertura de multirriscos e
  • a quebra súbita de rendimentos

o que irá dispensar os inquilinos de fiador e caução.

Segundo a secretária de Estado da Habitação, Ana Pinho, existe o mito de que o mercado de arrendamento “é um negócio de risco” quando, na verdade, esta taxa de incumprimento está abaixo dos 0,5% no mercado de arrendamento, 10% abaixo da taxa de incumprimento ao nível das hipotecas para compra de casa.

Além do objetivo de aumentar a segurança no arrendamento, o Governo está também a elaborar um “apuramento de informação” dos valores por metro quadrado (m2) dos contratos de arrendamento, dados fundamentais para a regulamentação do mercado.

in Idealista

Breve história do Bairro do Alboi – antes e depois

Suzana-Nobre-Aveiro-Bairro-Alboi
alboi-antigo-aveiro-1880
Isolado, o edifício do «novo matadouro», obra de 1870. Ao centro, os terrenos, cortados por um esteiro, onde assentaria a parte moderna, ou seja, então ainda «a haver» do bairro do Alboi. Foto das mais antigas da cidade, presumivelmente de 1880

A etimologia do nome Alboi poderá vir de 3 origens, cada uma com o seu quê de lógico. Segue-se uma breve história do Bairro do Alboi em Aveiro. Continuar a ler “Breve história do Bairro do Alboi – antes e depois”

Siga-nos e dê-nos um like:
error